quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Em "Biodigestor - Geração e Utilização de Biogás", você verá os benefícios que um biodigestor traz para a propriedade. Entre eles, energia elétrica para, por exemplo aquecer pintainhos, ter água quente para lavar os equipamentos da ordenha, movimentar motores, etc. É possível utilizar variados tipos de dejetos, como o de suínos, aves, gado de leite e corte, caprinos, ovinos, eqüinos e etc.

Conteúdo:

-A tecnologia

-O biodigestor

-O biogás

-O biofertilizante

-O dimensionamento

-Construção

-Orçamento da obra.

Parceria: Embrapa Suínos e Aves
Duração Aproximada: 60 Minutos.

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Manta para cavalos

A Manta possui duas bolsa, uma de cada lado , funcionando como um alforje acoplado. Mais  pratico  e evita que o alforje fique pulando quando o cavalo esta em movimentos rápidos.
Contem na parte superior, manta em gel sólido de 12mm de espessura, com alto poder de absorção de impactos e alto índice de memoria elástica, aliviando as pressões na coluna e cernelha do cavalo.
Formato anatômico para encaixe perfeito da calha da sela ao lombo do cavalo, proporcionando maior conforto para o cavalo.

Cor da manta: ton de marrom 
cor do alforje: ton de marrom
Comprimento: 63cm.
Largura: 99cm.

Manta Neoprene e Gel com Couro de Bode

Manta Neoprene e Gel com Couro de Bode


Fabricada em neoprene lavável na parte externa e na sua parte interior que vai estar em contato com o animal foi aplicado couro com pelos que evitará qualquer tipo de atrito, proporcionando conforto e segurança ao animal.

Produtos EXCLUSIVO!

Com Camada de Gel que proporciona conforto ao animal.

E com a Marca Mangalarga Marchador.

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

ENERGIA SOLAR - GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA FOTOVOLTÁICA

ENERGIA SOLAR - GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA FOTOVOLTÁICA NA PROPRIEDADE RURAL

Em "Energia Solar Fotovoltaica" -você verá uma instalação simples e rápida, que quase não necessita manutenção, onde a vida útil dos módulos é acima de 25 anos. É energia elétrica para toda a propriedade. A energia pode ser armazenada, é limpa e não provoca poluição.

Conteúdo:
-Geração de Energia Elétrica na Propriedade Rural
-Conceitos básicos
-O que é um sistema fotovoltáico
-Uso racional da energia elétrica
-Equipamentos
-Instalações Elétricas
-Exemplos de uso para: Gado de Leite e Corte, Suínos, Aves de Corte e Postura, Peixes, Avestruz, Haras, Hidroponia, Mini-Agroindústria, Irrigação,
-Casa
-Sede
-Custos.

Duração Aproximada: 41 minutos.

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Como produzir cachaça

Se você curte fazer artesanalmente bebidas e comidas, prepare-se para vibrar de satisfação, fazendo sua própria "cachacinha", com toda a pureza e qualidade a que tem direito.
Para desfrutar desse prazer - que praticamente não requer ne¬nhum custo nem muito trabalho -, você precisará ter: moedor de cana (moenda), tanque para fermentação (de preferência barrica de madeira), sacarômetro (de Brix ou Baumé), um termômetro, tonel de madeira, alambique e garrafas ou garrafões.
O processo de fabricação artesanal da pinga passa por nove eta¬pas: 1) moagem da cana; 2) diluição; 3) coagem; 4) preparo do pé de cuba; 5) preparo do mosto; 6) fermentação; 7) destilação do vinho; 8) envelhecimento; e 9) engarrafamento.
Antes de começarmos a falar da fabricação, é preciso dizer algo sobre a cana-de-açúcar, matéria¬prima que dará a aguardente, de-terminando até mesmo a sua qualidade. A melhor cana é aquela que contém razoável concentração de sacarose (açúcar). No começo e no fim da colheita, a cana é pobre em sacarose; ela atinge o ponto bom no meio da safra, quando contém o máximo em densidade de açúcar,
Uma explicação sobre o sacarômetro. De forma que lembra um termômetro, este aparelho de vidro tem a função de "pesar" a densidade de açúcar contida num líquido. Há dois tipos de sacarômetros que são usados comumente: o de Brix e o de Baumé. Você pode utilizar-se tanto de um como de outro, pois na tabela abaixo estão devidamente indicados os valores de ambos.
O nível ideal de sacarose na garapa, para uma boa fermentação e, conseqüentemente uma ótima pinga, é de 15 graus Brix, que cor-responde na escala de Baumé a 8 graus. Caso a densidade de sacarose ultrapasse essa marca convém diminuí-la, adicionando-se água pura (sem cloro) ao caldo, cuidadosamente até chegar ao ponto desejado.
Para sua maior segurança, apresentamos abaixo a tabela com os valores da densidade (medidos nas duas escalas) da sacarose no caldo e a proporção de água que deve ser adicionada (para efeitos de cálculos estabeleceu-se 50 litros de garapa para fazer a aguardente ).

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Sistema de Treinamento Vaquejada

Sistema de Treinamento Vaquejada

O cavalo de vaquejada deve ser treinado para obter o melhor rendimento nas pistas. Aprenda como fazer um treinamento específico para vaquejada, após você ter passado pelos exercícios de rédeas, conseguindo assim o controle do seu cavalo é hora de partir para os treinos de pista. Isto é importante porque você irá preparar seu cavalo na cancela, na corrida e até a faixa de derrubada do boi. Este treinamento faz parte da rotina de Steve Bezerra em seu centro de treinamento com os cavalos de vaquejada. Com ele você vê, você faz!

CONTEÚDO;  


1 - Introdução do potro no gado (trilhar)
2 - Exercícios de cancela
3 - Alinhar o cavalo no boi de ambos os lados
4 - Exercícios de escantear
5 - Definir lado
6 - Ensinar o potro a abrir trocando de mãos com velocidade
para derrubar o boi.

Consultoria:

Steve Bezerra
Zootecnista e Treinador de Cavalos
Saloá - PE

Duração aproximada: 55 minutos

O Sistema de Treinamento de Cavalos de Vaquejada no Centro de Treinamento de Steve Bezerra é realizado com as técnicas conferidas e aprovadas por este grande profissional. Steve, como é chamado pelos amigos é Zootecnista e Vaqueiro dos bons, o que lhe garante um bom conhecimento da vaquejada e dos cavalos. Com seu olho clínico sabe escolher animais que tem grande potencial para as pistas. Viaja pelo Brasil em busca de grandes exemplares, principalmente cavalos da Raça Quarto de Milha, raça que predomina neste meio. Fora esta atividade de treinos ele ainda participa em leilões, participa do Núcleo Integrado do Cavalo (NIC), alem de promover cursos em quase toda a região Nordeste do Brasil.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Guia Prático de Enxertia



Guia Prático de Enxertia, como o próprio título já diz, este é um GUIA PRÁTICO para você aprender a usar a técnica mais adequada de enxertia de plantas, na época certa, para a produção de mudas frutíferas, florestais e ornamentais, e que respeitem o padrão da legislação brasileira. Conheça as diferentes técnicas para obter sucesso na enxertia de frutíferas e outras espécies vegetais. Um verdadeiro Manual da Enxertia.

Conteúdo:
-Técnicas de enxertia
-Enxertia
-Garfagem Herbácea
-Enxertia
-Garfagem Lenhosa
-Enxertia
-Borbulha
-Sobreenxertia.

Duração aproximada: 50 Minutos.

Consultoria: Prof. Flávio Zanette - Universidade Federal do Paraná

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

AEquitação



Podemos definir equitação como a arte de bem montar, dirigir, conduzir, exercitar, utilizar o cavalo em todos os seus aspectos. Podemos também dizer que é a ciência que estuda os movimentos, as ações, as reações, o equilíbrio do conjunto cavalo e cavaleiro. Então a equitação é arte ou ciência?
Há séculos os grandes mestres vêm discutindo apaixonadamente a esse respeito, e a final chegaram a um consenso.
De manelraalguma a equitação é uma ciência exata. Quando nos dirigimos a um ser dotado de vontade própria, as teorias mais sábias, as técnicas mais perfeitas, ficam sujeitas ao sucesso ou ao fracasso de maneira imprevisível.
A transformação das forças do cavalo pelas forças transmitidas do cavaleiro corresponde. todavia, mais a toque "genial", quer dizer, a arte do mestre sobrepõe a ciência, mas é através da ciência, do estudo da equitação, dos conhecimentos teóricos e práticos que cavaleiro há de elevar-se à maestria. Assim, todo conhecimento científico adquire seu maior valor .
A equittação vem sendo estudada desde a mais remota antigüidade. Podemos entender que no princípio foi instintiva e empírica, e não há dúvida de que foram inúmeros os ginetes que alcançaram assim suas vitórias. Mas toda a equitação instintiva tem seus limites e não se pode pretender alcançar as glórias desta arte, acessível tão somente àqueles que, acima de seu dom pessoal, possuem uma técnica enriquecida constantemente pela reflexão, estudo e prática.
Em resumo, podemos concluir que a equitação é primeiro instintiva, logo depois regularizada pelos conhecimentos teóricos, reforçados pela prática, para então culminar em uma síntese de ciência e arte, patrimônio dos cavaleiros que a ela se dedicam.

Fonte:
Wilson ITO Ricciluca Junior
Itapira, maio de 2004

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Freios e Bridões para cavalos

FREIOS E BRIDÕES ou simplesmente EMBOCADURAS.

João do Freio apresenta o que ele fabrica, indicando como e quando usar freios e bridões (embocaduras) no animal. Com a experiência de mais de 20 anos no ramo, ele tem muito a ensinar!

Este curso vai abordar o tema freios e bridões  e dar algumas dicas sobre esporas.

Freios e bridões são equipamentos que estão no grupo das embocaduras.
No Nordeste usa-se o termo Areio.
Na história há evidências que esses dispositivos eram feitos de osso, chifre, madeira dura, ou corda. Pedaços de metal foram utilizados pela primeira vez entre 1300 e 1200 aC. Originalmente eram feito de bronze.
Hoje, o material mais usado é o aço inoxidável. No entanto, o cobre, e o aço laminado a frio, também são combinados em alguns para induzir a salivação na boca do cavalo. Todavia, materiais mais baratos, como o níquel, também são utilizados. Alguns fabricantes também usam borracha ou plástico misturado com os metais.

ESTE DVD ESTA DIVIDIDO EM 4 CAPITULOS:

A palavra "ferramentas” é utilizada pelo João do Freio para designar os Freios e Bridões.

CAPITULO 1 -- Ferramentas para início de doma
Mostra um Bridão D liso; um Bridão de argola torcido; um Freio Billy Allen e um Gag Bitt.


CAPITULO  2 -- Ferramentas para cavalos de velocidade
São mostradas as ferramentas para cavalos de baliza e tambor (cavalos de velocidade).


CAPITULO 3 -- Ferramentas para cavalos de trabalho
Se mostra as ferramentas para cavalos e laço de bezerro, laço em dupla, apartação, rédeas, team penning, working cow horse e laço comprido (cavalos de trabalho).

CAPITULO  4 -- Perguntas e Respostas
João do Freio comenta sobrea as perguntas que mais fizeram a ele nestes 20 anos de profissão. Ele responde de forma bem prática!


CONSULTORIA:

João Magalhães Neto (João do Freio)
Cidade: Astorga - PR - Brasil

Duração aproximada: 50 minutos

SAIBA MAIS SOBRE CAVALOS AQUI

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Aprenda a corrigir cavalos de vaquejada

Em Correção de Cavalos de Vaquejada, você aprende com o treinador Steve Bezerra alguns exercícios que servem para a correção de problemas de cavalos de vaquejada.
Este trabalho não é feito só dentro da pista. Você deve voltar um pouco, fazer com que seu cavalo aprenda o princípio mais simples que é "sair da pressão".

Conteúdo:

1 - Flexionamento
2 - Charreteamento
3 - Caminhar com o cavalo
4 - Trilhar o boi dentro e fora da pista
5 - Alinhar o boi em ambos os lados
6 - Escantear voltando para a porteira

Steve Bezerra
Zootecnista e Treinador
Salóa - PE - Brasil

DVD com Duração aproximada de 51 minutos

O Flexionamento é um exercício onde você pode estreitar os laços com o cavalo, além é claro de poder perceber algum possível "trauma’ que o animal possa ter. Por exemplo ele pode ter uma senssibilidade em uma das orelhas. Ao se passar uma das mãos nela, ele recua. Neste momento se inicia um trabalho de correção!

O Charreteamento é uma etapa que acontece dentro do redondel, ou em um local adequadamente preparado para este fim. Aqui o treinador primeiramente deve estar preparado fisicamente, pois o esforço aqui é grande! Aqui se trabalha o controle do animal.

Caminhar o cavalo, é um etapa muito prezeirosa, pois aqui o treinador pode sair com o animal para fora do ambiente tradicional dos treinos.  Saia em grupos ou sozinho mesmo, ande por estradas calmas, pelo pastos, enfim onde possa trazer ao animal momentos de relaxamento e prazer. Sempre tomando cuidado com veículos, pedestrres e logicamente com a qualidade do piso.

Treilhar o boi, é muito importante, pois aqui você pode tirar possiveis traumas do cavalo em relação ao boi. E também pode trazer novamente a ele o prazer de correr junto .

Alinahs o boi, é uma etapa onde o treinador pode verificar qual o lado que o cavalo trabalha melhor.

Escantear, é uma atividade onde se condiciona o cavalo a este movimento, é um treinamento muito importante a fim de familiarizar o animal ao o que terá nas pistas de vaquejada.

Tyudo sobre vaquejada aqui

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Vaquejada com Steve Bezerra

Coleção Vaquejada Steve Bezerra

VAQUEJADA – Consultor: Treinador Steve Bezerra
Vídeos filmados em Saloá e Garanhuns - PE.
1- DVD - Doma Racional para cavalos de Vaquejada – Com 3 Discos
2- DVD - Treinamento Báscio de Rédeas para Cav Vaquejada – Com 01 Disco
3- DVD - Sistema de Treinamento para cavalos de Vaquejada- Com 01 Disco
4- DVD - Correção de cavalos de Vaquejada – Com 01 Disco
5- DVD  - Arreios para Cavalos de Vaquejada- Com 01 Disco

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Conhecer o cavalo



Pelagem, Resenha e Exterior do Cavalo. - Conhecer o cavalo não é fácil, pois muitas são as variáveis! Principalmente quanto aos regionalismos. Um bom exemplo é a pelagem Pampa, que também é conhecida como Tobiano, Bragado e até como Oveiro.
Fomos até Amparo, cidade do interior do estado de São Paulo, conhecida como a "Capital Histórica do Circuito das Águas". Do alto do morro do Cristo, temos uma visão privilegiada desta pacata cidade de, pouco mais de 65 mil habitantes. Em seu entorno o cavalo tem forte presença, haras e escolas de equitação se espalham pela região. E é bem em um deles que estaremos a partir de agora, o Hipocampo! Um ambiente harmônico. Onde o respeito pela natureza é marca fundamental. Aqui, o bem estar animal é levado a sério.
É neste ambiente que o professor e médico veterinário André Cintra vai nos ensinar a conhecer um pouco mais o cavalo. Será uma abordagem sobre o exterior do cavalo, as pelagens e de como fazer uma resenha. Aprenda como identificar pelagens de cavalos, fazer resenhas e conhecer o exterior do cavalo. O conteúdo é passado de forma prática, tudo feito ao lado do cavalo, desta forma você vê, e você aprende!

CONTEÚDO:

CAPITULO I – EXTERIOR
1.Cabeça – Partes
2.Cabeça – Tipos
3.Pescoço – Partes
4.Pescoço – Rodado, Piramidal, Pescoço de Cisne
5.Tronco
6.Membro Anterior
7.Membro Posterior

CAPITULO II – PELAGEM
1.Pelagens Simples: Alazão, Castanho e Preto
2.Pelagens Compostas: Tordilho, Rosilho e Lobuno
3.Pelagens Conjugadas: Pampa, Mantado e Leopardo

CAPITULO III – RESENHA
1.Remoinhos
2.Espigas
3.Manchas Brancas
4.Cascos
5.Outros Sinais

Consultor:

André Galvão Cintra
Médico Veterinário e Professor de Amparo SP (autor do livro "O Cavalo: Características, Manejo e Alimentação” e coautor do livro "Manual de Gerenciamento Equestre)

SAIBA MAIS SOBRE CAVALOS AQUI

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

EQUITAÇÃO BÁSICA


EQUITAÇÃO BÁSICA PARA MULHERES

Equitação para Mulheres é um video curso que foi produzido para a mulher que deseja se iniciar na prática da equitação. Tudo é mostrado passo-a-passo para que a iniciante capte todas as informações, aprenda a dominar seu cavalo e tenha grandes emoções!

Conteúdo:

DVD 1:
Cap.1 - Os benefícios
Cap.2 - Os equipamentos
Cap.3 - As modalidades
Cap.4 - Contato inicial com o cavalo
Duração: 63 minutos

DVD 2:
Cap.4 - Continuação
Cap.5 - A selaria
Duração: 77 minutos

DVD 3:
Cap.6 - Práticas de equitação
Cap.7 - Exercícios Físicos
Duração: 60 minutos

DVD 4:
Cap.8 - Tratos com o cavalo
Duração: 58 minutos


Consultoria:
Treinadora Rosana Reboli

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Como Criar Galinha Caipira

Como Criar Galinhas Semi-Confinadas
Este vídeo mostra um sistema de criação de galinhas que combina área de pasto e galpão. Indica quais raças produzem carne e ovos. Ensina passo a passo desde a choca até o final da produção.
Além disso, você aprenderá a fazer uma previsão orçamentária com os custos de implantação e com previsão de retorno do investimento. Criar galinhas semi-confinadas torna-se uma atividade bem mais simples após assistir este vídeo!
Videopar, você vê, você faz e o lucro aparece!

Conteúdo:
-Raças para produção de carne e ovos
-Incubação e choca
-Instalações
-Alimentação
-Higiene e Sanidade
-Área de Pastagem
-Custo de Implantação
-Previsão Orçamentária

Duração aproximada: 55 Minutos
Com Manual